A alma e a cítara

E a respiração tornou-se aleluia

E a respiração tornou-se aleluia

A alma e a cítara / 31 – Adão, guardião de toda a terra, dá, finalmente, voz à Terra e ao universo. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 01/11/2020 «Amor, que me formaste à imagem de Deus que não tem rosto; Amor que, ternamente, me recompuseste depois da ruína; Amor, ei...
Parteiras de uma outra alegria

Parteiras de uma outra alegria

A alma e a cítara / 30 – A liberdade verdadeira é da miséria, não da «letícia perfeita» da pobreza. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 25/10/2020 «Os justos, nos quais o Senhor criou a desesperada necessidade da alegria, terão a alegria». Sergio Quinzio, Un commento alla B...
Com o mesmo nome de Deus

Com o mesmo nome de Deus

A alma e a cítara / 29 – Há orações que também são cânticos civis, do trabalho, do tempo e do pão Luigino Bruni. Original italiano publicado em Avvenire em 18/10/2020. «A proibição das imagens era um preceito capital que, fatalmente, seria violado. Sobretudo pelo próprio YHWH, que tinha plasmado o h...
Maiores que o nosso coração

Maiores que o nosso coração

A alma e a cítara / 28 – Da nossa intimidade habitada, aprendemos que todo o universo é habitado por Deus. Luigino Bruni. Original italiano publicado em Avvenire em11/10/2020 «Se há um Outro, qualquer que seja, onde quer que esteja e quaisquer que sejam as suas relações comigo, embora não atue sobre...
E com o canto recomeçou a vida

E com o canto recomeçou a vida

A alma e a cítara / 27 – Regressamos dos exílios e saímos dos lutos quando reencontramos a nossa voz. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 04/10/2020. «Apesar de a dor de uma perca poder ser grande, impõe-se, imediatamente, a nós, a tarefa de evitar a perca mais irreparável ...
Como perfume e orvalho

Como perfume e orvalho

A alma e a cítara / 26 – Há também um desperdício bom de tempo e de coisas ao serviço de relações grandes e verdadeiras. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 27/09/2020. «O que mais me confortava e alegrava vinha-me do conforto dos amigos… as conversas, as gargalhadas em com...
Dons que chamamos méritos

Dons que chamamos méritos

A alma e a cítara / 25 – Riquezas e talentos servem para libertar quem recebeu sofrimentos e males. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 20/09/2020 «São “filhos da juventude”, porque devia apressar-se a gerar quem estava destinado a morrer entre os vinte e cinco e trinta. Prém...
Não à imagem de ídolo

Não à imagem de ídolo

A alma e a cítara / 24 – Cada ser humano é não simulacro de Deus, mas centelha do seu mistério. Luigino Bruni. Original italiano publicado em Avvenire em 13/09/2020. «A pergunta de como cheguei a uma matéria tão arcaica ainda não encontrou resposta. Influenciaram circunstâncias várias, ligadas ao...
É Bíblia o nome do Pai

É Bíblia o nome do Pai

A alma e a cítara / 23 – O Salmo 109 é a terra para subir do fundo das águas em que caímos Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 06/09/2020. «Mas Deus compreende. Existe também o direito do desesperado rezar. E eu, quando rezo, devo tornar-me voz de todas as criaturas. Portan...
A civilização da cegonha

A civilização da cegonha

A alma e a cítara / 22 – Como Deus, também nós, pelo menos uma vez, podemos amar quem o não merece. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 30/08/2020 «“Os padres não podem aceitar presentes" diz Padre Paulo. A mulher protestou: "Então, não vale", disse ela. "Se não aceitais a ...
Os frágeis movimentos da fé

Os frágeis movimentos da fé

A alma e a cítara / 21 – Não se pode acreditar sem estimar toda a humanidade, não excluindo nada nem ninguém. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 23/08/2020. «O livro dos Salmos domina todos os outros porque resume o que os outros contêm e, no canto, acrescenta o que t...
Como borboleta efémera

Como borboleta efémera

A alma e a cítara / 20 – A arte de contar os dias é essencial, embora tarefa espiritual rara. Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 9/08/2020.  «No tempo em que Deus criou as coisas, criou o sol. O sol nasce, morre e regressa. E criou a lua. A lua nasce, morre e reg...
O ventre da semente diferente

O ventre da semente diferente

A alma e a cítara / 19 – Na provação chegamos a dizer ao Pai: “Sê fiel; recorda-te de ti” Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 02/08/2020 «Só a palavra do homem, em resposta à palavra de Deus que, substancialmente, é um “não”, atesta a liberdade humana. Por isso, a libe...
Como pardais e andorinhas

Como pardais e andorinhas

A alma e a cítara / 18 – O espaço do profeta é profano e vai do vale de lágrimas ao limiar do templo Luigino Bruni Original italiano publicado em Avvenire em 26/07/2020 «A secura que se torna nascente, a muralha que se rompe para que Deus apareça sem aparecer, é a lição maravilhosa do salm...