Excessos e desalinhamentos

É fecunda a alegria do fim

É fecunda a alegria do fim

Excessos e desalinhamentos / 10 – Movendo os braços para não cair, pode-se aprender a voar por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 04/11/2018 «Quanto mais rico for o nosso esquema de valores, tanto mais difícil é realizar a harmonia no seu interior. O preço da harmonização parece ser o empobre...
A esplêndida lei do resto

A esplêndida lei do resto

Excessos e desalinhamentos / 9 – Acreditar na ressurreição, não exumar cadáveres por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 28/10/2018 «Quando Rabbi Bunam estava a morrer, a sua mulher chorava. Ele disse: que choras? Toda a minha vida foi apenas para que aprendesse a morrer». Martin Buber,...
A árvore dos filhos é mais bonita

A árvore dos filhos é mais bonita

Excessos e desalinhamentos / 8 – É preciosa a primeira semente de toda a vocação humana por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 21/10/2018
A demolição do ídolo

A demolição do ídolo

Excessos e desalinhamentos / 7 – Uma dificuldade implacável que atinge pessoas e comunidades vivas por Luigino Bruni
Aprende-se o céu, descendo

Aprende-se o céu, descendo

Excessos e desalinhamentos / 6 – Vê-se Deus graças aos olhos encontrados, de homens e mulheres por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 07/10/2018
A verdade não está no sucesso

A verdade não está no sucesso

Excessos e desalinhamentos / 5 – A vocação é bem de experiência e deve ser “consumada” por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 30/09/2018 “Estou puro, estou puro! Estas palavras, que os mortos do antigo Egipto levavam consigo, como um viático para a última viagem, são palavras talvez ad...
O mistério não é uma profissão

O mistério não é uma profissão

Excessos e desalinhamentos / 4 – Seguir a voz nua, dócil à mão nos olhos por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 23/09/2018 “O Mestre disse: «Aos quinze anos, apliquei-me ao estudo. Aos trinta, fiz uma opinião. Aos quarenta, não tive mais dúvidas. Aos cinquenta, conheci o querer do céu....
A bênção das bolotas

A bênção das bolotas

Excessos e desalinhamentos / 3 – Pode-se ir como filho e voltar como pai e mãe por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 16/09/2018 “A docilidade da madeira era a sua. Já não era árvore que caminhava, como lhe tinha revelado o cego de Betsaida; agora estava plantado na terra e os seus pas...
E a comunidade tornou-se regresso

E a comunidade tornou-se regresso

Excessos e desalinhamentos / 2 – Ir, contagiar-se, renovar a aliança por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 09/09/2018 “Com as nossas velhas canções que sabes, vozes de coisas pequenas e queridas, nós te adormeceremos, ó velho; e poderás recomeçar. E quando o mar, na tua tarde, triste ...
As muitas cores do cisne

As muitas cores do cisne

Excessos e desalinhamentos / 1 – É infinito o valor que leva além do medo por Luigino Bruni publicado em Avvenire em 02/09/2018 “A lógica do cisne negro torna o que não se sabe mais importante que aquilo que se sabe” Nassim N. Taleb Il cigno nero  [O cisne negro] O “cisne negro” é aquele aconte...